14 de dezembro de 2011

Letras e Rádio

3 comentários:

TERESA SANTOS disse...

O que dizer?
A mágoa, a prova de que estamos regredir?

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
José Quintela Soares disse...

Provavelmente, sendo optimista...