7 de maio de 2012

Portugal

Assim eram as exportações portuguesas em 1959: Portugal fabrica e exporta produtos de qualidade de renome nacional.

6 comentários:

Luísa disse...

Sempre gostei destes mapas com os desenhos por cima. desenhos de produções, monumentos, trajes... há uma infinidade que nos desperta o interesse pelo país.

Só não sei se estará assim tão actualizado quanto isso. Eu própria estou um bocado desactualizada, mas a Marinha Grande, parece-me já não é o que era. E com esta onda de emigração não sei se haverá bordadeiras suficientes em Castelo Branco, para não falar na redução de pessoal de outras empresas. :s

Teresa Guerreiro disse...

O mapa é de 1959:)

Carlos Caria disse...

Sim senhor, não está actualizado, falta a menção de exportação de Jovens licenciados.
Abraço.

Luísa disse...

Pois... lá está... Viseu, pelo menos, é um sítio de exportação desse produto. Ou será que devo ser assinalada em Lisboa por me ter formado lá?!?

O que me assusta na coisa da exportação (e já não estou a falar de licenciados) é que, pelo menos por estas bandas, os produtos têm praticamente o mesmo preço que têm em Portugal. Alguém anda a fazer as contas mal nalgum sítio... e, sinceramente!!, os suíços são bons em matemática.

E isto sem falar que agora só se fala em exportar como se não houvesse gente para alimentar em Portugal... :s

carlos disse...

as exportações portuguesas nos anos 50, com excepção das que iam para as colónias ao abrigo do protectorado económico, eram, infelizmente, irrisórias.
mas a publicidade oficial fazia crer que éramos os campeões do mundo,

Carlos Caria disse...

Pois Carlos era só facilidades, e mesmo para as colónias, tudo que fosse de valor superior a 7.500 escudos requeria autorização especial para " importação" , nas colónias, pelo menos até 1972 depois parece que isso mudou não sei se para melhor se para pior.