22 de julho de 2011

Lisboa





A linda Avenida da República dos anos 70. Clicar para ampliar:

8 comentários:

Teresa disse...

Lembro-me tão bem dela assim!
Aquele anúncio da cerveja Sagres, à noite, fazia subir e descer a espuma no copo. No prédio amarelo havia uma grande drogaria tradicional, com todas aquelas coisas de que gostamos e já quase não se encontram.

T disse...

E o grande alfarrabista junto ao Monumental:)

Teresa disse...

É verdade! :) Naquele túnel entre o BES e um supermercado, ou coisa assim!
Muitas horas lá passei.
Por falar em alfarrabistas, T, tu que andas sempre a visitá-los, toma por favor nota de dois livros que a Inês não encontra, de Mishima (post mais recente da Gota, está nos comentários).
Se encontrares avisas-me, por favor?

jose quintela soares disse...

E havia o Monumental, onde vi tantos filmes e peças de teatro.
Inesquecível.

T disse...

http://www.leiloes.net/#k=mishima&p=


Ainda tenho os teus da Odete aqui!:)

Luísa disse...

QUe cool!!! Só gosto mais da Av. nos dias de hoje porque tem árvores. Nada mais. E pergunto-me: por que raio não conseguem as entidades responsáveis ter esta av. e as outras num estado cuidado como esta foto?!?!
Se souberem porquê... por favor, avisem!!

José Luís Espada Feio disse...

e ainda não tão maculada de verdadeiros atentados urbanísticos...

Maxwell disse...

Aqui já se nota a vontade de destruir com o complecto arraso da Rotunda no centro da praça.