29 de maio de 2011

O banco

Palavras singelas, há caracóis e há caracoletas, miam!

Sem comentários: