7 de outubro de 2013

Os gatos dos Prazeres

Tantos e tão bem aclimatados. São os gatos que moram no cemitério dos Prazeres.

7 comentários:

Branca disse...

Engasgado e muuuuito demorado - mas tive de abrir este post. Vou sempre "chatear" estes gatos quando lá vou, conheço-os bem. Gosto de pensar que a minha mãe, qua ali está e adorava gatos, se diverte imenso com eles. Também há uma colónia muito bem tratada no Alto de S. João, tem direito a casotas de dois andares e tudo, atrás do crematório.

Carlos Bettencourt disse...

Branca, gostei do seu comentário. Nunca me tinha ocorrido que os gatos gostassem de cemitérios, talvez porque sabem que estão mais a salvo das más intenções. O Pessoa tem um poema que começa, salvo erro, assim: "Gato que brincas na rua, como se fosse na cama, invejo a sorte que é tua e que nem sorte se chama!"

Branca disse...

Penso que gostam porque ali ninguém os maça muito; que outro lugar pode ter tanto sossego como um cemitério, onde eles se possam sentir senhores dos seus narizes?

T disse...

Sim, parece uma aldeia de gatos tranquila. Espero que ninguém tenha ideias de palermas de os tentar retirar de lá. Fazem parte.

Unknown disse...

Fui ao cemiterio ontem e hoje. Os gatos estao bem em geral contudo vi um completamente cego, um com uma ferida no focinho e um que tinha dificuldades em andar. Sou estrangeira e amanha ja me vou embora. Queria saber se os gatos recebem tratamentos veterinarios? Alguem sabe disso? Obrigada!

Małgorzata Wrobel disse...

Fui ao cemiterio ontem e hoje. Os gatos estao bem em geral contudo vi um completamente cego, um com uma ferida no focinho e um que tinha dificuldades em andar. Sou estrangeira e amanha ja me vou embora. Queria saber se os gatos recebem tratamentos veterinarios? Alguem sabe disso? Obrigada!

T disse...

Contacte por aqui: https://www.facebook.com/CasaDosAnimaisLisboa/