1 de julho de 2011

Pérolas televisivas



Sempre foram incómodos os textos a correr ao longo dos noticiários televisivos por afastarem a atenção do foco da notícia. Talvez tragam a vantagem de, em tempos de crise, nos fazerem sorrir... A presente situação lembrou-me infantis histórias de "papões", embora estes títulos sejam dispensáveis quando a criatividade jornalística excede a da escrita. Recordo o jornalista que, entusiasmado, ao fazer referência a uma personalidade mundialmente conhecida e ao domínio que a mesma tinha de uma infinidade de idiomas, a retratou como sendo «um autêntico troglodita».

4 comentários:

Teresa disse...

Papar comboios é lindo!!!

Mas vê esta, medonha:

http://pipaterra.blogspot.com/2011/06/e-certa-noite-houve-alguem.html

Outra coisa: ó minhas boas amigas, eu ando nesta campanha para toda a gente mudar a caixa de comentários para uma janela pop up, tão mais prática e simples. Não querem aderir?

Pimpinela disse...

papar comboios!! mt bom :D

teresa disse...

Já vi, Teresa :o(... Nem o novo acordo a justifica... É que comecei a mergulhar no 'dito' para o aplicar a partir de Setembro e tenho esbarrado com várias possibilidades de grafia para a mesma palavra, OMG :(

teresa disse...

Talvez Freud explicasse isto, Pimpinela:)