21 de junho de 2011


Assim noticiava o Diário de Lisboa de 9 de Novembro de 1931 a morte do meu bisavô Jacinto Nunes.

8 comentários:

José Luís Espada Feio disse...

Cara T
realmente, o mundo é pequeno (até o da blogosfera).
Sigo com interese as suas publicações - bem como as dos demais membros do blogue - e estava longe de imaginar que é bisneta do Dr. Jacinto Nunes, figura que desde sempre me habituei a ouvir falar em casa, uma vez que a minha família paterna é originária de Grândola.

T disse...

O mundo é mesmo pequeno. Mas tenho ideia que a minha bisavó tinha o apelido Feio. Pouco sei dela.

T disse...

Tenho que perguntar ao meu primo Zé Jorge:)

José Luís Espada Feio disse...

curiosa revelação. quem sabe se não haverá por aí um parentesco remoto :)

José Luís Espada Feio disse...

tenho de perguntar aos meus tios e primos de Grândola :)

Idálio disse...

Cara Teresa e caro José Luís: então afinal existe ou não parentesco entre vós? Cumprimentos a ambos, que acompanho, leio e admiro.

Idálio Nunes - Arquivo Municipal de Grândola

T disse...

Não faço ideia:) Se calhar o Idálio saberá melhor do que nós:)

T disse...

Não faço ideia:) Se calhar o Idálio saberá melhor do que nós:)