19 de abril de 2011

A deitar por fora

Uma loja a transbordar. Tirada de dentro do carro, numa surpreendente esquina.

7 comentários:

alfacinha disse...

este blog fica adorável

Anónimo disse...

Publicidade só.

Luis Cunha disse...

O trabalhão que não deve dar todos os dias fazer e desfazer aquela "montra"!é quase uma cerimónia a montagem daqueles "estaminés" So revela uma coisa...Paixão de quem tem aquela loja por aquilo que faz.

TERESA SANTOS disse...

É tão bom encontrar uma loja deste tipo, uma loja onda sabemos estar alguém com alma!
Centros Comerciais?
Sim, é moda, é prático, mas é um mar de aridez em termos de humanidade.
As empregadas(os) das lojas, muitas(os) delas quando entramos, olham-nos como se nos quisessem bater.
Que bom encontrar uma loja de rua, onde quem está do lado de dentro do balcão ainda nos recebe com um sorriso!

T disse...

É um ritual que se está a perder...é pena.

TERESA SANTOS disse...

T

Se é!
Um ritual que é um misto de trabalho e alegria naquilo que se faz.

Ricardo Moreira disse...

É a drogaria do Senhor Moreira no cimo das Cç. D. Gastão (Xabregas)/R. do Grilo (Beato) e fundo da Cç. do Grilo (Bº. Madre de Deus). A foto foi tirada desta última calçada.
Ocupa os números 1 e 3 da Cç D. Gastão e aquilo lá dentro é impressionante, mas mesmo pela desarrumação que lá reina e não por nada de mais "romântico" que isso!