26 de dezembro de 2010

Domingos de sol...

Image and video hosting by TinyPic

Em domingo de sol, fica-se como que a desculpar à chuva o tempo agreste dos últimos tempos. A paisagem enfeitou-se de um verde esmeralda e a água abundante das chuvas canta pelos campos... E surge na memória um jogo semântico e, quem sabe, se matemático.

Nessa mata ninguém mata,
a pata que vive ali,
com duas patas de pata,
pata acolá, pata aqui.
Pata que gosta de matas
visita as matas vizinhas,
com as suas duas patas
seguida de dez patinhas.
E cada patinha tem,
como a pata lá da mata,
duas patinhas também
que são patinhas de pata.

Sidónio Muralha, A dança dos pica-paus

8 comentários:

José María Souza Costa disse...

Passei aqui lendo. Vim lhe desejar um Tempo agradável, Harmonioso e com Sabedoria. Nenhuma pessoa indicou-me ou chamou-me aqui. Gostei do que vi e li. Por isso, estou lhe convidando a visitar o meu blog. Muito Simplório por sinal. Mas, dinâmico e autêntico. E se possivel, seguirmos juntos por eles. Estarei lá, muito grato esperando por você. Um abraço e fique com DEUS.

http://josemariacostaescreveu.blogspot.com

alfacinha disse...

Boas Festas
a pata da mata que ninguém mata, sabe patinar com as suas patas

teresa disse...

Um bom tempo também para si, José Maria Costa:)

teresa disse...

Este poema será, pelo comentário, ainda um exercício de equilíbrio:)

Carlos Caria disse...

Equilibrio, andamento, tempo e ternura, são marcas de quem tem a candura da palavra, e a simplicidade do gesto da amizade para com a natureza.
Bom Ano de 2011.
Carlos Caria

teresa disse...

Retribuição de votos de um bom ano, Carlos Caria.

É bom «andar de mão dada com as estações», embora mal os dias fiquem maiores, se ganhe outro alento. Se as plantas gostam de sol, porque não admitir que também o apreciamos?

Que 2011 nos traga a todos momentos de bem-estar, sem grandes ambições materiais (sem carências básicas, é certo), bastando-nos a simplicidade do fluir dos dias:)

Anónimo disse...

Boa noite Teresa!!!

Adorei o seu post!!!

Bela imagem e bonito texto!!!

Desejo-lhe um EXCELENTE 2011, repleto de bons acontecimentos!!!

Abraço
Mário F ( Espero que ainda se lembre de mim, que há uns tempos não tenho comentado nada...) :))

teresa disse...

Bom dia, Mário.

É claro que nos lembramos dos nossos amáveis visitantes e recordo-o com nitidez.

Que o novo ano lhe traga também alegrias. Como ainda vamos tendo algumas coisas que, como país, nos destacam (pela positiva), não resisto a fazer copy/paste de uma passagem de artigo do Expresso de dia 18, palavras de um embaixador a deixar Portugal rumo a Inglaterra. Entre cafés e pastéis de nata, alguma (não a desejável, talvez) importância dada aos mais velhos e aos mais novos, ele destaca o seguinte:
«A inocência. É difícil descrever esta ideia em poucas palavras sem parecer paternalista; mas vi no meu primeiro fim de semana em Portugal, numa festa popular em Vila Real, adolescentes a dançar danças tradicionais com uma alegria e abertura que têm, na sua raiz, uma certa inocência».

Um abraço.