23 de Dezembro de 2005

a direita ressaibada e enfonada com os ventos cavaquistas está imparável


o presidente do cds afirmou esta semana que a origem e o grande perigo do terrorismo estava na esquerda.
para além uma série de alarvidades e imprecisões histórias, a mais inovadora é a associação dos nacionalistas ao esquerdismo, o que deve ser a primeira vez em toda a história da esquerda que tal acontece (a esquerda costuma ser acusada é precisamente do contrário).
mas o mais notável é quando considera che guevara um dos maiores criminosos do final do século passado.
para além do che ter sido assassina nos anos 60 e não ter vivido sequer no final do século, considerar um dos maiores assassinos seja do que for é delirio puro.


o presidente do psd, num jantar efectuado ontem, comparou o governo português ao governo norte-coreano.
isto é insanidade pura!!!!
isto não é ignorância, nem falta de estatura de politico, é apenas insanidade mental

mas o que anda a levar a direita revanchista a estes delírios insanes?

obviamente que os ventos trazidos pelas sondagens relativas ao seu candidato moisés cavaco.

quando cavaco se preparou para se candidatar e as sondagens lhe eram favoráveis, logo uma série de notáveis da direita portuguesa (a começar por pinto balsemão, que iniciou as hostilidades), desataram a escrever sobre a necessidade de reforçar os poderes presidenciais (coisas que era absolutamente proibido tocar antes deste anúncio, apenas pregando a cada minuto que esses poderes deviam diminuir), afirmando que um presidente com poderes reforçados daria mais vitalidade à politica nacional.

de facto, não só o cavaco acha que está a candidatar-se a primeiro ministro, como todos os seus apoiantes querem com esta eleição vingar as derrotas sofridas e colocar em belém uma espécie de primeiro ministro presidente salvador da pátria

a ver vamos no que vai dar,


mas os ventos não se afiguram pacíficos

Sem comentários: